--- Prêmio Angelo Agostini ---

quarta-feira, 29 de julho de 2015

Pequena aula sobre cangaço!

O portal HOJE NA HISTÓRIA postou uma nota ontem sobre o aniversário de morte de Lampião. Famoso cangaceiro que foi morto na madrugada de 28/07/1938, após emboscada das forças policiais do Tenente Bezerra (Angicos, Sergipe).

Pois bem!
Esse post é simplesmente pra lembrar do quanto a ignorância em relação a figura de Lampião ainda se mantém cômica e ingênua nos dias de hoje *(veja anexo abaixo).

Melhor, veja primeiro "algumas contribuições" que Lampião fez pela cultura nordestina
em mais de 20 anos de cangaço

Na música: ele criou o xaxado e o arrasta-pé, além de ter reformulado o forró, criando a "festa de terreiro". Onde cangaceiros dançavam sob a luz do luar citando versos e cordéis. A música"mulher rendeira", dentre tantas outras, é da autoria de Lampião.
Na culinária: baião de dois, macaxeira frita, purê, carne de sol, farofa de ovo, tapiocas, doces, comidas "pesadas" como panelada e buchada, quiabo, manteira da terra, nata, coalhada, mucunzá, grolado, cuscuz, maxixe, pequi, camarão pitú, cravo, cheiro verde, bruaca, cebola roxa, churrasco, mel de abelha...  todos esses ingredientes, temperos e guizados tiveram algum tipo de modificação, novos costumes ou acréscimo direta ou indiretamente na história da culinária nordestina por causa de Lampião e seu bando.
Além disso, vários molhos de pimenta são resultados da sua astúcia e da sua criatividade.
Na medicina: descobriu "remédios caseiros", anestésicos, chás e vários anti-inflamatórios que antes só faziam parte da natureza. Da própria caatinga ele tirou remédios pra dor de barriga, dor de cabeça, dor de dente, dor nas costas, frieira, bicho de pé, corte raso ou corte profundo, febre, mal estar, picada de animais peçonhentos, arranhões e alergias. Então, antes de achar que sua avóé  inteligente o bastante porque sabe de um monte dessas coisas, primeiro agradeça a Lampião por ele ter descoberto perambulando pelos matos boa parte disso tudo.
Influenciou: Sua figura artística fascinou artistas como Luíz Gonzaga, Irmãos Aniceto, Fagner, Elba Ramalho, Zé Ramalho, Chico Science, Ariano Suassuna a criarem suas obras.
****
Nota de Editor:
Um dos mais recentes documentários sobre o cangaço se chama "Os últimos cangaceiros", que retrata a vida de um casal idoso que fez parte do bando de Lampião.




Nenhum comentário:

Postar um comentário