--- Prêmio Angelo Agostini ---

terça-feira, 29 de maio de 2018

CANGAÇO HQ!!

Materia feita em parceria com Gabriel Amora e que foi publicada
hoje (29/05) no Caderno Vida & Arte do Jornal O POVO.

O tema é o mais novo quadrinho CANGAÇO OVERDRIVE,
da autoria do cearense Zé Wellington (roteiro) com ilustrações de Geovani Walter.

Fiz um ponto de vista sobre o CANGAÇO OVERDRIVE
 + uma pequena lista de outros quadrinhos de cangaço que já saíram no Brasil.

Pra ler os textos em tamanho grande, clique com o botão direito do mouse
em cima da figura, escolha "abrir link em uma nova janela" (segunda opção) e pronto!!

 

segunda-feira, 28 de maio de 2018

PELEJA INFINITA

Primeiras 5 páginas de uma HQ que estou aprontando
pra zoar o filme GUERRA INFINITA! O total é de 20 páginas 
e tudo fará parte do fanzine O FIM ESTÁ PRÓXIMO? N° 2

Lançamento na Feira Livre de Quadrinhos, dia 10 (domingo) 
na Praça da Ceart (Praça Luíza Távora). Horário 13hs.


quarta-feira, 23 de maio de 2018

DISSECANDO O FILME GUERRA INFINITA!!





















LEIA COM ATENÇÃO --- contém SPOILERS!!! 
----O ideal é que leia somente aqueles que já viram o filme---- 

1) O grande propósito do Thanos é juntar as joias e dizimar metade do universo. Eis um plano monstruoso que qualquer pessoa em sua sã consciência jamais concordaria em aceitá-lo. Certo?
Pelo contrário. Fauce de Ébano (um dos seus quatro lacaios) chega a ser tão submisso à Thanos que costuma discursar pras vítimas que elas deveriam sentir honra em aceitar a morte perante sua grandeza. Opa! Primeiro efeito psicológico do filme, sem contar um fabuloso diferencial. Com secretários (ou generais) chegando antes de Thanos pra moldar toda uma atmosfera (através de estratégias de manipulação mental), o Titã Louco já pode ser considerado como um dos maiores personagens de quadrinhos já construídos e bem aproveitados para o cinema!

Agora imagine Thanos chegando à Terra sem esse apoio inteligente (ou ninguém discursando sobre suas intenções)? Hum... Acho que a trama teria ficado tão banal, tão vazia e tão sem originalidade quanto aquele tal de Lobo da Estepe em Liga da Justiça. Entenderam?

2) Hulk avança sobre Thanos que revida com uma surra rápida e dolorosa. Pow! Crac! Brum!
Muita gente achou ruim tamanho episódio a ponto de acusar a Disney de ter deixado o verdão molenga ou patético. Calma! Hulk havia acabado de sair de um planeta onde era aclamado como um Deus e tinha tudo aos seus pés. Sem contar que, além de lotar a arena, o público do cara promovia até carnaval de rua em sua homenagem.  Enfim, cheio de ego, de marra e de alta confiança, Hulk sentia-se um "o" oponente insuperável ao longo de 10 anos de filmes da MCU. Reparem só. Nesses mesmos 10 anos Hulk levou apenas alguns murros do Abominável e da Hulkbuster (com Stark dentro). ENTÃO, essa é a primeira derrota do cara!!!
Ao retornar pra Terra (da forma mais imprevisível possível), só restou ao coitado se esconder na própria vergonha. Veja a luta no link: (goo.gl/H72c65)

Têm mais. Recentemente os irmãos Russo explicaram que o motivo do Hulk não ter mais aparecido no restante de Guerra Infinita foi que, sempre quando a situação ficava crítica, o cara se transformava e pronto! Problema resolvido! Mas e aí? Como ficava a situação de Banner? Ele sempre estava fugindo com um covarde? Então, Guerra Infinita meio que dá uma chance para que Banner mostre o seu valor. Pois fazer um esforcinho de vez em quando não mata ninguém né? Ele até fez, embora eu ainda prefira minha versão.


3) Wong e Dr. Estranho aparecem discutindo sobre um possível lanche a ser comprado.
Lembra do Dr. Estranho criando cerveja pro Thor? Será que Wong não poderia ter feito o mesmo só que com comida? Aliás, não lembro se ele tem os mesmos poderes do Dr. no quesito "manipular qualquer materia à sua vontade". E não sei também porque o Dr. Estranho simplesmente não criou um lanche pra ele e pronto. Ou porque Wong não criou o seu próprio dinheiro. Enfim, essa cena é absolutamente ótima por um único detalhe: mostrar apenas os dois magos dando um belo exemplo de honestidade. Afinal, um tem dinheiro e o outro não.

4) Antes da invasão acontecer em Nova York, Stark conversa com Pepper sobre um possível filho que ele havia sonhado. Stark e Pepper, apesar de se darem bem como um casal, vivem sempre em momentos conturbados (ela cuidando da empresa, ele brigando com os Vingadores) e, por essa razão, são poucas as cenas em que os dois compartilham momentos de intimidade. Já em Guerra Infinita, bastou dois minutos pra mostrar ao público como andas a relação entre os dois.

5) Enquanto discutem, Dr. Estranho chama Tony Stark de... BOÇAL? Peraí! Se existe algum boçal nos filmes da MCU, pra mim, era aquele médico que só se tornaria Mago Supremo depois de muito apanhar na vida. Pois num é que a coisa mudou? Dr. Estranho apanhou mesmo na vida e atualmente (ou como visto na cena com Stark) sua arrogância e o seu ego inflado foram substituídos por compreensão e humildade. Muito bom.

6) Os Guardiões da Galáxia encontram Thor vagando pelo espaço e daí surgem os primeiros contrastes entre personagens de universos diferentes. Aliás, mesmo ambos sendo do Espaço
é extremamente incrível como suas diferenças (através dos diálogos e posturas) são bem construídas. Detalhe: isso seria apenas o começo pro que ainda estaria por vir.

7) Quando Visão e feiticeira são surpreendidos pelos lacaios de Thanos surge a trindade do Cap. América pra intervir. O grande detalhe da cena é que essa mesma trindade (Capitão, Viúva Negra e Falcão) amadureceu muito desde o filme Guerra Civil. São claras as cenas em que eles demonstram cautela, preparo e estratégia diante das situações. O próprio Capitão, por exemplo, aparece como um líder calmo que mal fala e quando fala chega a soar mais firme do que Ninck Fury quando estava na SHIELD.

8) Cap. América e seus seguidores chegam À Wakanda pra discutir no laboratório do
Pantera Negra. A partir daí são mais contrastes de personagens em diálogos muito bem
tramados. Shuri, Banner, Tchalla e Feiticeira nunca estiveram juntos e o filme trata
essa ideia bem ao posicionar cada personagem com o seu diálogo pessoal.
Shuri: — Vocês querem fazer [isso], [isso] e [aquilo] com o Visão?
Banner: — Sim...
Shuri: — Por que simplesmente não tentaram [isso]?
Banner: — É que a gente... NÃO TEVE ESSA IDEIA! Dãmmmmm.
Detalhe: Bruce Banner é um dos maiores físicos e cientistas do mundo. Shuri é "apenas" a irmã casula do Pantera Negra.

9) Os Guardiões da Galáxia escutam uma espécie de palavrão do Groot. Essa cena  foi feita pra quebrar o clima pesado do filme, já que crianças e pré-adolescentes fazem parte da plateia. Groot está no meio termo entre os dois. Gosta do seu vídeo game (ele aparece jogando Defender de 1981), é meio bagunceiro (quarto sujo, etc...) e vive respondendo aos membros mais velhos dos Guardiões. Então, depois de uma entrada memorável do Thanos, com direito à derrota do Hulk e as mortes do Randall e do Loki (UFA), nada como aliviar a tensão com essa cena um tanto... familiar.

10) Thanos é um vilão tão foda que certas atitudes de seu feitio fizeram as pessoas criarem carisma e admiração pelo mesmo, ao invés de ranço ou indignação. Ou seja, TEM CRIANÇA GOSTANDO DO THANOS. Pois ele é o grande personagem do momento.
1° exemplo: Depois de fingir de morto pra Gamora, Thanos poderia ter dizimado os Guardiões da Galáxia sem pena. Mas não! Além dessa atitude fazer de Thanos um inimigo comum, quebraria totalmente a construção do personagem ao longo da trama.Ou seja, Thanos optou em ignorar a equipe como meras baratas diante de seu enorme plano. E foi embora!
2° exemplo: Thanos rapta Gamora na intenção de que ela revele onde escondeu a Joia da Alma.
Preparem-se pro padrão Marvel de qualidade: Thanos sabia que Gamora e Nebulosa haviam feito as pazes. Então ele optou em partir, dessa vez, para o lado psicológico. Nebulosa é esticada à força diante de Gamora (que grita, chora e se desespera). Para nós, o público, os dois filmes da franquia surgem na mente de imediato. Afinal, em Guardiões 1 Gamora e nebulosa passaram a trama inteira se odiando. Já em Guardiões 2 as duas esquecem as divergências (lá pela metade do filme) e ficam "amigas". Nem que seja apenas por um breve período de tempo. Caramba! Então você pensa: "Será que elas já vão se separar de novo?". "Nebulosa vai morrer?" "Gamora vai ficar sozinha?"... Só restou a Gamora fraquejar e ceder o que ele queria.
Bela covardia da parte do Thanos! Sim! Thanos é covarde, impiedoso, cruel, etc, etc...
QUANDO a situação permite ser. Foi o que ele fez com a nave asgardiana e foi o que ele fez no final do filme quando trucidou literalmente todos os heróis até chegar perto do Visão - A última joia a ser conquistada. Só aquele murro que Thanos dá no Cap. América enterra de vez toda moral que mantinha o Coringa como o maior dos vilões no cinema!  Lembrando que o palhaço do crime mantinha sim esse título... MESMO que entre as suas "grandes" façanhas se encontrava aquela medíocre cena em que ele veste uma saia só pra explodir um hospital vazio!

Frase foda que Thanos diz pra Gamora no decorrer da cena:
— Filha, comigo você aprendeu sabiamente a guerrear, mas nunca a mentir.
Caralhoooo... que foda!

11) Os Guardiões encontram dessa vez os Vingadores (na verdade, Homem-Aranha, Dr. Estranho e Homem de Ferro) e logo vêm mais divergências entre os personagens. É incrível como tudo fica de uma forma perfeita e complexa ( "Eu sou Peter... ah, não estamos usando nossos nomes verdadeiros... então, eu sou o Homem-Aranha!"). Outra: ("Eu passei 6 anos com o Thanos dentro da cabeça (Tony Stark), então se a gente levar ele pra Terra não vamos vencer! Que tal se a gente lutasse com ele no seu território? Seria uma surpresa pro cara não é? etc etc..."). Rapaz... só um gênio como Stark diria uma frase tão instigante e fenomenal assim e só uma produtora como a MCU pra pensar dessa forma. Fácil? Bom... se realmente é, então por que a Liga da Justiça não consegue acertar nesse quesito?
Exemplo: "Eu sou rico" (Bruce Wayne).

12) Thanos e Gamora chegam ao planeta onde está a joia da Alma e
são recepcionados pela maior ponta solta da história da MCU. Afinal de contas,
onde foi parar o Caveira Vermelha depois de Cap. América 1?  Morreu, não morreu,
sumiu, foi pro limbo? Bom, o Caveira ressurge como protetor da joia e isso não só
"remendou" um buraco de 10 anos na cronologia como, pela recepção, a postura e
o desafio que ele apresenta à Thanos faz dessa joia a mais tensa e sacrificante à ser conquistada.

13) Thanos é bruto, louco, assassino e... pai. Eu duvido que exista alguém que não tenha pensado em chegar pro seu pai depois de ver o filme pra perguntar: "Pai, o senhor teria coragem de me sacrificar por alguma coisa do seu interesse?". Eis o lance psicológico novamente. Se Thanos não soltasse uma lágrima pra Gamora segundos antes de matá-la, todo mundo acharia a cena normal já que ele não passa de um ser com os 3 adjetivos citados no começo do tópico. Não... chorar fez de Thanos... humano! E isso faz com que você automaticamente lembre que também tem pai.
Mais. Se o roteiro investisse em qualquer outra teoria sobre a joia da alma, Gamora continuaria viva e isso só traria mais aporrinhações pro seu pé do ouvido. Agora ou num futuro próximo.

14) Gamora se foi mas.. e aí? Como seria um último diálogo entre ela e o Thanos, já que foi preciso que a pobre morresse pro Titã chegar ao seu objetivo? É aí que entra mais um padrão Marvel de qualidade. O resto do filme se desenrola até o último instante em que Thanos dizima metade do universo, PLIM! E qual a primeira cena depois disso? Uma visão do desgraçado diante de ninguém menos do que a própria Gamora na versão criança. Aquela em que ele conheceu. Pra mim, essa cena é o ápice do ápice do filme.
— Oi! Pai, conseguiu o que você queria?
— Sim...
— E o que isso lhe custou?
— TUDO!!
Fora que... olha a lógica em relação ao mundo REAL.
Quantos ricaços e milionários pelo mundo não sacrificam (ou já sacrificaram) parentes, irmãos e
semelhantes em geral pelo bem de sua mais cobiçada ambição??? Tcharãm!
A ficção imita a realidade. A realidade imita a ficção.


15) Thanos chega em Titã e encontra o Dr. Estranho sentado lhe esperando. Reparem só.
O cara tinha acabado de perder a filha em uma decisão pra lá de filha da puta. Mas mesmo vendo que seu lacaio mais inteligente havia também morrido e que daria trabalho arrancar a joia da Realidade do Dr. Estranho, Thanos sequer esboça preocupação ou injúria. Não. Se caso avançasse loucamente em cima do Dr. Estranho distribuindo porrada pra todo lado, aquele mesmo conceito concreto do personagem (controle e inteligência emocional) se perderia na cena. Pelo contrário! Thanos respira, olha ao redor, apoia a mão na perna e puxa uma conversa inteligente. Essa conversa inteligente é que acaba relatando em detalhes o seu terrível plano a ponto de ainda mostrar o que ele fará caso tudo termine. "Bom, eu finalmente descansaria pra ver o pôr do sol". Mais perfeito impossível.

16) Sobre esses argumentos de Thanos, vamos lá: muita gente questionou do porque ele, ao invés de dizimar metade do universo, não optou simplesmente em dobrar ou triplicar seu tamanho... Tipo, mais recursos, mais soluções pros problemas. Sim... só que, obviamente, além dos problemas se repetirem novamente daqui a uns anos (as pessoas continuariam nascendo e consumindo né?), basta tomar o caso do nosso planeta como exemplo. Sabia que em toda a Terra apenas 1% da população obtêm toda a riqueza dos demais? E esses 99% é que formam a desgraça do mundo? Doenças, superpopulação, violência, desperdício, poluição, miséria, lixo, lixo e lixo... Segundo estatísticas já consumimos 3 vezes mais do que as indústrias conseguem produzir e já consumimos absurdos muito além do que o Planeta Suporta... Ou seja, vivemos há tempos em um planeta que mais parece uma panela de pressão prestes a explodir. Qual seria a solução?
Primeira realidade: NUNCA na história das galáxias os 99% poderiam optar no que fazer!
Então é lógico que essa tarefa cabe aos 1 % decidir.
Segunda realidade: Se caso esse dia chegue os 1% teriam que escolher entre dizimar metade da população (com algum vírus ou alguma guerra) ou pensar numa solução que favoreça todo mundo da melhor maneira possível (dividindo seus bens seria uma boa)
A pergunta é: Você já viu qualquer poder que seja dividindo alguma coisa? Ponto pro Thanos!

17) Muita gente criticou o fato do Pantera Negra pouco aparecer em Guerra Infinita.
Lógico. O filme solo do cara ainda está em cartaz em alguns lugares do Brasil e do Mundo.
Abrir espaço pra mais Pantera seria no mínimo repetitivo ou inconveniente demais. Sendo que...
em Guerra Infinita o cara troca uma ideia com a chefe das mulheres guerreiras, troca uma ideia com sua irmã no laboratório, prepara uma defensiva contra o ataque, troca uma ideia com o único líder de Wakanda que ele vivia intrigado e luta com os chamados Outriders (monstros de 4 braços que servem de bucha de canhão pros lacaios de Thanos). Quer mais que isso?

18) Essa é pra calar a boca do babaca conhecido como Danilo Gentili. Assim como Anitta, que ganhou dois minutos ao criticar o filme (link: goo.gl/gFz6CU), o imprestável e ridículo apresentador
se prestou a postar que Natasha Romanoff, ou Viúva Negra pros íntimos, não teria cacife pra encarar uma horda de alienígenas como ela fez na batalha de Wakanda. Quê? Oh berel! Quer aparecer? Dizer uma merda dessa faz de você um traste que não assistiu Vingadores 1 né? Já que Natasha, lutou, matou e até pilotou uma das naves dos Chitauri (alienígenas que invadiram Nova York a mando do Loki) no filme. Então, essa batalha foi apenas um serviço mais ou menos "repetido" pra ela.. Sei não viu... tem gente que realmente gosta de passar vergonha. Detalhe: isso poderia ter sido evitado SE...
1) Esse idiota conhecesse as HQs da Viúva Negra - principalmente aquelas em que ela
faz parte dos Vingadores.
2) Esse idiota fizesse uma pesquisa sobre a personagem no Google...

19) Eis a mais dramática de todas as mortes, a do Homem-Aranha! Só porque ele é o mais jovem? Nãooooooo...  apenas porque Bucky, Pantera, Falcão, Feiticeira, Os Guardiões... todos eles viraram pó sem fazer escândalo ou desespero. Apenas ficaram calados com cara de espanto e silêncio. E esse espanto e silêncio serviu bruscamente como forma de "lance psicológico fodido" pra quem assistia. Eu garanto que você mesmo só conseguia pensar: "Carambaaaaa..." ou "Caralhoooooo...", dependendo do seu estado emocional... Em consequência disso o que aparece em seguida? Apenas UM personagem pra resumir todo o horror daquela situação: "Não quero morrer, Não quero morrer, Não quero morrer...". Duvido que alguém dentro do cinema não tenha ficado sem chão depois disso.

20) CENA PÓS-CRÉDITO:
Um dos maiores rumores em relação aos Vingadores 4 é a de que Nick Fury tenha
enviado uma mensagem pra Capitã Marvel no passado. Tá doido? Comeram cocô?
Passado de quê, ó criatura? Só porque o filme da mulher se passará nos anos 1990 não quer dizer que a mensagem foi enviada pros anos 1990. Ele simplesmente não pode ter continuado amigo dela até HOJE não??? Aliás, Pantera, Dr. Estranho, Homem Formiga, Cap. América 1, 2 e 3... nenhum desses filmes começaram no presente. Todos tiveram seus passados e no decorrer da trama terminaram nos dias atuais. Por que Capitã Marvel tem que ser diferente? Que raciocínio é esse?
Além do mais, a logomarca que aparece confirmando o envio da mensagem é do uniforme atual!
A - T - U - A - L !!! O mais provável que aconteça, eu vou dizer:
1) Thanos conseguiu reunir todos as joias que ele precisava, OK, MAS o filme já começa com ele em posse da joia do Poder! Aquela mesma que estava sob a proteção da TROPA NOVA. Quê? Como assim? Como ele pegou? Cadê essa cena? Vai ficar por isso mesmo? O filme continuou e não mostrou mais nada... :/
2) Será que todos aqueles personagens que apareceram no primeiro filme dos Guardiões da Galáxia e que fazem parte do planeta Xandar foram simplesmente exterminados, esquecidos, excluídos e pronto? Não pode... e a minha teoria vai além:
É muito provável que apareça no filme da Capitã Marvel algum flashback (ou cena mesmo!) mostrando como Thanos pegou essa joia!
Simmmmmmm! Thanos retornaria no filme da moça poucos meses antes dos Vingadores 4 só pra atiçar mais a galera. Já pensou? E isso deixaria a cronologia redondinha, redondinha... SIM!

Imagine: Thanos apareceria destruindo Xandar pra pegar a joia e logo depois a Capitã Marvel apareceria (no meio dos escombros ou não) recebendo a mensagem do Nick Fury! Tudo isso, lógico, seria apenas no final do filme (dias atuais) já que a origem, o treinamento e as demais surpresas se passariam (como foi divulgado) nos anos 1990! A capitã poderia até levar uma surrinha de leve e em Vingadores 4 ela atacaria com tudo (vingança!!!). Massa né?

Pois é! Chega logo 2019!!!
;) FIM!!!

domingo, 6 de maio de 2018

MEGA QUADRINHOS DE HIP HOP!!

A convite do Raphael Fernandes fiz uma HQ de 20 páginas para
o livro NA QUEBRADA - cujo tema é a cultura HIP HOP. 

Comecei a ouvir RAP quando tinha 8 anos de idade, influenciado pelo meu irmão Paulo. Era 1986 e o gênero vivia sua mais formidável fase. A Era de Ouro do HIP HOP. Todos os dias era uma surpresa diferente. Seja através
dos grupos, das duplas ou de artistas solos (os rappers), era simplesmente incrível como cada nova música descoberta era um clássico. Pra mim, o nível
de criatividade gerado entre os anos de 1985 até 1989 nunca será superado 
na história do HIP HOP.

Minha HQ aborda justamente o final dessa era (também conhecida
como "School Rap") com direito a 100 EASTER EGGS mostrando 
detalhes, nomes de músicas, discos, músicos e curiosidades da época.

Uma verdadeira aula pra quem quiser conhecer o melhor do gênero.

Quanto ao roteiro em si, decidi focar em um personagem que é DJ e alcança
o estrelato da forma mais inusitada e... extraterrestre possível! OPS!

O Livro NA QUEBRADA será lançado pela editora DRACO ainda em 2018.
......................................................

Segue os Easter Eggs:































1) Tommy Boy é o nome de uma gravadora independente criada em 1981 por
Tom Silverman. Ela foi a gravadora que lançou Afrika Baambatta em 1982 com o álbum "Planet Rock".
2) Autógrafos reais de MCA, Mike D e And Rock, integrantes do Beastie Boys.
O quadro é a capa do disco "Licensed to Ill", lançado em 1986 e considerado um dos maiores da história do Hip Hop.
3) Logomarca e corrente com relógio do Public Enemy, considerada o primeiro grupo de rap protestante da história do HIP HOP. Esse último, é um ícone marcante da banda e do vocalista Flavor Flav.
4) Logomarca da banda Beastie Boys.
5) Tênis Adidas. O grupo Run DMC lançou uma música chamada "My Adidas" em 1986 e isso rendeu um contrato de 1,6 milhão de dólares com a marca.
6) Capa do disco Raising Hell, do Run DMC, lançado em 1986.
7) Bonequinhos do grupo Run DMC no estilo Funko Pop. Foram lançados em 2012.
8) Exemplar da revista em quadrinhos Family Tree. Ao todo são 4 volumes desenhados pelo cartunista Ed Piskor que documentam o nascimento e a era de ouro do HIP HOP entre os anos de 1970 e 1985.
9) Capa do CD "Deluxe Pizza Box Release" do trio Fat Boys. Em formato de caixa de pizza, foi lançado em 2012 como forma de resgatar o "disco 3" que estava fora de catálogo.
10) Cartaz do show que reuniu no Spectrum Stadium (Orlando - Califórnia)
os maiores nomes do HIP HOP em 1986. Esse evento é considerado como 
um dos maiores da história do gênero. A fantástica arte do designer
é copiada até hoje.
11) Capa do disco "The Album", da dupla Mantronix. Foi lançado em 1985.
12) Logomarca da banda Run DMC.
13) Capa do disco "BAD", do rapper LL Cool J. Foi lançado em 1986/1987.
14) Lata de sopa de tomate Campbells. Virou ícone da cultura HIP HOP quando, no final dos anos 1970, o grupo de artistas Fabulous 5 grafitou vários exemplares em todos os vagões de metrô de Nova York.
15) Capa do disco duplo "Anthology: The Sounds of Science", do Beastie Boys.
Foi lançado em 1999 e têm 43 faixas que retratam, até aquele ano, todas as fases da banda incluindo músicas instrumentais e projetos paralelos.

















16) Tênis M-2000. Uma febre por conta do Hip Hop. Foi lançado no Brasil em meados de 1980.
17)  Ao contrário do que muita gente pensa, a música " Rapper's Delight ",
do The Sugarhill Gang nunca foi o primeiro single de RAP lançado comercialmente. É que a música "King Tim III", do Fatback Band, foi lançado nada mais, nada menos, do que UMA SEMANA antes. Isso foi em outubro de 1979.
18) Grandmaster Flash é considerado o cara mais importante da história do HIP HOP!
— Em seus bailes (muitas vezes realizados em quadras de basquete nas comunidades), costumava entregar o microfone pros dançarinos na intenção de vê-los se "gladiando verbalmente". Isso criou a batalha de MC's. Entrentedimente que depois seria rebatizado de Rap.
— Se aprimorou no "scratching" (arte de fazer a agulha vibrar sobre o vinil em
sentido contrário pra criar sons inusitados). Esse feito mais tarde deu origem ao estilo conhecido como "música remix".
— Ainda na década de 1970, Mel e Cowboy, que eram integrantes do grupo "Grandmaster Flash & the 3 MCs" criaram os termos MC e HIP HOP.
— Em 2007 o grupo "Grandmaster Flash and the Furious Five" entrou no Hall da Fama do Rock and' Roll como o primeiro grupo de artistas do HIP HOP a ser homenageado.É mole ou quer mais?
19) 1979 é considerado o ano oficial do nascimento do HIP HOP.
20) "Destiny" é considerada uma das maiores músicas de rap feminino da história. Foi gravada pela cantora Bettina em 1988.
21) Kool Moe Dee é considerado um dos maiores rappers dos anos 1980
e primeiro rapper a fazer um show no Brasil. 16 de janeiro de 1988.
22) Trecho da música " Rapper's Delight ", do The Sugarhill Gang, que apesar
de não ser a primeira música da história do HIP HOP, contribuiu mais do que "King Tim III" (Fatback Band) para a popularização do gênero. 
Isso foi em 1979.
23) Assinatura do Mike D (Beastie Boys) na tabela de basquete.
24) Classic Funk é um dos termos mais usados em coletâneas de rap americano. Geralmente as gravadores lançam vários títulos com o mesmo nome.Ex. Classic Funk Volume 1, volume 2, volume 3 e assim por diante...
25) Uma tatuagem de microfone em alusão ao mesmo desenho que o rapper LL Cool J tem no braço.
26) "Breack Machine" é um trio de HIP HOP que ficou mundialmente conhecido
com a música "Street Dance". Isso foi em 1983/1984.
27) "DJ Inovator" é uma música da autoria de Chubb Rock. Foi lançada em 1988, porém ganhou uma versão nacional por Ndee Naldinho chamada "Lagartixa na Parede". Essa versão é considerada a música de rap nacional mais tocada nas rádios em todos os tempos.


















28) "Eletric King" ou "Eletric Kingdom" é considerada uma das primeiras 
músicas de rap com vocal totalmente robotizado. É da autoria de Twilight 
e foi lançada em 1983.
29) Trinere é a mais conceituada cantora de rap da história. Seu estilo de música (melódico e cheio de batidas eletrônicas) ficou popularmente conhecido no Brasil como "balanço".
30) Super Cat é um artista que estourou graças a música "Don Dada". 
Curiosamente essa é a única referência que está fora da linha do tempo da HQ. Já que a história se passa em 1989 enquanto que "Don Dada" só seria lançada em 1992. Ou seja, 3 anos mais tarde.
31) "Rock You Again" é uma música do grupo Whodini. Foi lançada em 1987.
32) Diamantes e coroas de reis são símbolos associados à cultura HIP HOP porque remetem a poder, fama, riqueza e status.
32) Capa da trilha sonora do filme Breakdance, lançado em 1984.
A faixa "carro-chefe" do disco é "Breakin'... There's No Stopping Us".
Um funk dançante e melódico com refrão altamente grudento. Autoria da dupla Ollie & Jerry e que imediatamente serviu de influência direta para que
vários artistas e bandas entrassem de cabeça na cultura HIP HOP. O ano era 1984.
34) Basf e Maxell são marcas de fita cassete (K7) - uma invenção criada pela empresa holandesa Philips em 1963. A fita K7 era uma caixinha de plástico de 10 cm x 7 cm com dois carreteis, uma fita magnética e o mecanismo de movimento que "milagrosamente" armazenava até 120 minutos de áudio. Qualquer fita K7 poderia ser gravada e desgravada quantas vezes fosse possível (algumas eram oficiais, lógico) e elas poderiam ser reproduzidas em diversos aparelhos de som como radiolas, toca-fitas de carros e micro-system.

















35) Embora tenha sido batizado no Brasil como "balanço", o nome
verdadeiro do estilo de música feito por Trinere se chama  Freestyle.
36) Man Parrish é um artista que ajudou a definir o estilo de musica Eletro-Funk. A música "Boogie Down Bronx" é considerada um clássico até hoje. Foi lançada em 1985.
37) Dj Joe Cooley é o artista responsável pela música "DJs and MCs" em parceria com Rodney O. Foi lançada em 1988.
38) "My Adidas" é uma música do trio Run Dmc
e faz parte do disco "Raising Hell", lançado em 1986.
39) Integrante do trio de rap feminino Salt 'n' Pape. "Push it", "Shoop" e 
"I Like it Like That" são algumas de suas canções.
40) Integrante do trio Run DMC.
41) Integrante do trio Beastie Boys.
42) Rick Rubin ajudou a popularizar o rap mundial ao lançar artistas como Beastie Boys, LL Cool J, Run DMC e Public Enemy. Def Jam Records, American Recordings e Columbia Records são algumas das produtoras que ele trabalhou.
43) Integrantes do trio Beastie Boys.
44) "The New Style" é uma música do Beastie Boys que faz parte do disco
Lisenced to Ill.
45) How to Rap (Como fazer Rap: A Arte e Ciência do Hip-Hop MC) é o nome de um dos mais importantes livros sobre cultura HIP HOP já lançados. Foi escrito por Paul Edwards e lançado em 1999. O obra é um compilado de 104 entrevistas com rappers consagrados, além de várias informações de artistas como Beastie Boys, Dr. Dre, Eminem e Snoop Dogg.

















45) Kool Herc é simplesmente considerado o pai do HIP HOP!
Apelido de Hércules devido a sua estrutura física e a sua postura, esse meio americano e meio jamaicano é ninguém menos do que criador do rap e dos termos b-boys e b-girls - apelidos carinhosos que ele dava pros dançarinos em suas festas. Porém, a maior proeza de Kool Herc foi criar em 1973 as primeiras bases da música HIP HOP. Tudo aconteceu após ele colocar duas cópias iguais do álbum "Sex Machine" do James Brown (1970) no toca-discos e brincar de fazer mixagens nas músicas "Give It Up ou Turnit Loose ". Pronto! 
O mundo nunca mais foi o mesmo!
46) Kurtis Blow é um dos mais respeitados rappers da história.
— O primeiro rapper comercialmente bem sucedido.
— O primeiro rapper a assinar com uma grande gravadora.
— O primeiro rapper a faturar disco de ouro. Foi em 1980 com o single "The Breaks".
— A música "Basketball" (1984) fez parte da Billboard Hot 100 e influenciou uma geração inteira de artistas, incluindo Fat Boys e Run DMC.

















46) O rapper Kool Moe Dee em pessoa.
47) Grand Wizzard Theodore é oficialmente o criador do "scratching".
Reza a lenda que, certo dia, Theodore escutava som alto no quarto quando sua mãe pediu pra baixar o volume. Ao tentar ignorá-la, Theodore começou a passar a mão levemente sobre o vinil. Esse gesto acabou criando diversos ruídos fantásticos, mas tarde aprimorados por ele mesmo e introduzidos em festas e afins. Um sucesso. Tanto é que o "scratching"
foi além da música HIP HOP. Artistas como John Zorn, Madonna, Bjork, 
Limp Bizkit, Alpha Blondy e Ratos de Porão, ao logo do tempo, já usaram "scratching" em suas obras.
48) "The Bristol Hotel" é uma música do rapper LL Cool J. Faz parte do disco BAD.
49) "Scream" é uma música do dupla Mantronix gravada em 1986. Porém, outra música de mesmo nome, da autoria do rapper ICE MC, se tornou bem mais popular e consagrada por conta das rádios. Foi lançada em 1990.
50) "Bassline" é mais uma música do Mantronix. Foi lançada em 1985.
51) "Crushin'" e "Wipeout" são músicas do Fat Boys lançadas em 1987. Essa última é uma regravação da banda de surf music Beach Boys.
52) "Do You Know What Time" é uma música do rapper Kool Moe Dee
lançada em 1986. No Brasil ela é conhecida como "Melô do Relógio".
53) "Crack Monster" é outra música do rapper Kool Moe Dee lançada em 1986.
54) "Needle to the Groove" é um clássico do Mantronix lançado em 1985. É
considerada uma das maiores músicas com refrão totalmente robotizado da história do rap.
55) Salt 'N' Pape, JJ Fad e MC Lyte foram as maiores artistas femininas do School Rap. MC Lyte, por exemplo, foi a primeira mulher a gravar um CD solo de HIP HOP e a primeira mulher a receber um disco de ouro cantando HIP HOP.
56) "Posse On Broadway" é uma música do grupo Sir Mix a Lot lançada em 1988. No Brasil ela é conhecida como "Melô da Macumba".
57) "Go Head" é uma música do grupo Freestyle lançada em 1989.
58) "Bleeding Heart" é uma música do grupo feminino Bardeux. Foi lançada em 1988. No Brasil ela é conhecida como "Melô da Princesinha".
59) Lil' Jazzy Jay & Cool Supreme é uma dupla de rappers que ficaram consagradas com a música "B-Boys Style". Foi lançada em 1985.
60) "No Sleep Till Brooklyn" é um dos maiores clássicos da história do HIP HOP. Foi gravado em 1986 pelo trio Beastie Boys e faz parte do disco "Licensed To Ill".
61) "Kanday" é uma música do rapper LL Cool J. Foi lançada em 1987.


















62) "Don't Stop The Rock" é uma música do grupo Freestyle lançada em 1989.
63) "Dumb Girl" é uma música do Run DMC e faz parte do disco Rainsing Hell.
Foi lançada em 1987. No Brasil é conhecida como "Melô do Dom".
64) "Big D" é uma música da dupla DJ KJ e MC Kolley C lançada em 1988.
Por ter um refrão robotizado que lembrava um pato com voz eletrônica ficou
conhecida no Brasil como "Melô do Patinho".
65) "Show Me" é uma música do trio The Cover Girls lançada em 1986.
Considerada por muitos como um dos maiores funks melodys de todos os tempos.
66) "A Fly Girl" é uma música do grupo The Boogie Boys lançada em 1985.
67) Shana é considerada uma das cantoras de funk melody mais consagradas da história.
68) "Jail House Rap" e "My Nuts" são músicas do trio Fat Boys e fazem parte
do disco "Crushin'" de 1987.
69) "Brass Monkey" é um clássico do Beastie Boys e faz parte do disco "Lisenced to Ill".
70) "Shake It" é um clássico do rapper MC Shy-D. Foi lançada em 1988.
71) Company B é um grupo de dance eletrônico que ficou consagrado no HIP HOP por conta da música "Fascinated" lançada em 1987.
72) Cartaz do show de HIP HOP no Memorial Coliseum Monday (LA). Foi realizado em 1987 pelos grupos Beastie Boys e Run DMC e é considerado até hoje como um dos mais importantes da história.
73) Joeski Love é o rapper responsável pelo clássico "Pee Wee's Dance". Uma música que, ao invés de refrão, consiste em um grudento som de teclado. Foi lançada em 1986.
74) Shavonne é autora da música "So Tell me, Tell me", considerada o maior clássico de funk melody da história. Foi lançada em 1989. No Brasil ficou conhecida como "Melô da Dengosa".
75) "Dazzy Dukes" é uma música do rapper Duice lançada como single em 1989. Essa música teve diversas versões, incluindo aquela que ficou conhecida
no Brasil como "Melô das Crianças".
76) "Get It Boy" é uma música extremamente nervosa do trio M-4SERS. Cheia de quebradas e repetições, serviu como influencia direta no surgimento do estilo que seria conhecido no Brasil como "montagem". Foi lançada em 1989.
77) The Dogs é um grupo de rap inusitado que usava bastante vozes de crianças e latidos de cachorros em suas músicas. Um dos seus maiores clássicos foi a música "Yo 'Mama's on Crack Rock" lançada em 1989.
78) Zé de Aurim é um personagem do cartunista Guabiras. Apensar de despojado e eclético, Zé de Aurim costuma aparecer em suas histórias como um grande fã de HIP HOP.



















79) Hanson & Davis é uma dupla de rappers que contribuíram tanto para
o funk freestyle quanto para o funk melody. Seu maior clássico se chama
"Hungry for Your Love" e foi lançado em 1986.
80) "Super Sonic" é o maior clássico do rap feminino na história do HIP HOP.
Foi gravado pelo JJ FAD em 1988.
81) "Yes Yes Yall" é um clássico do rapper MC Shy-D. Foi lançada em 1987.
82) "Go Cut Creator Go" é uma releitura do rapper LL Cool J para o clássico
"Johnny B. Goode" do lendário Chuck Berry. A versão ficou tão foda de um jeito que até hoje é considerada como uma das mais pesadas e poderosas na história do HIP HOP. Foi lançada em 1987 e faz parte do disco "BAD".


















83) O rapper ICE T em pessoa. ICE T é autor da música "COLORS" (1988),
que teve até filme de mesmo nome. Produtor e Empresário, o cara é um dos
mais consagrados colaboradores da história do HIP HOP mundial.
84) O rapper LL Cool J em pessoa.
85) "Electro Scratch" é um clássico do funk robotizado. Foi lançado em 1987 por Sir Mix a Lot.
86) "We Are The Champions" é um clássico da dupla Asher D & Daddy Freddy.
Foi lançado em 1989.
87) Def Jam Recording ou simplesmente Def Jam é considerada a mais consagrada produtora de HIP HOP da década de 1980. Foi criada em 1984 por Russell Simmons e Rick Rubin.
88) "Smurfs Beat" é a mais consagrada de todas as homenagens que o HIP HOP já fez para um personagem de desenho animado. São tantas as versões que no Brasil criaram uma numeração sequencial. Exemplo: "Melô do Smurf 1",  "Melô do Smurf 2", "Melô do Smurf 3"... e assim por diante.
89) Miami Bass é um estilo que mistura batidas eletrônicas com ritmos latinos.
O grupo 2 Live Crew foi o pioneiro ao lançar clássicos como "Banned In The U.S.A.", "Me so Horny" e "Dick Almighty". Duas coisas serviram como influência direta na criação do funk carioca. A primeira foi o famigerado clipe de "Informer" do rapper Snow, lançado em 1992. A outra foi a existência do Miami Bass.
90) O Rapper LL Cool J novamente. Desta vez passeando pela cidade com um micro-system tocando "I'm Bad", seu maior clássico.
91) Kurtis Mantronix e Kool Herc são os dois maiores DJs da história do HIP HOP. O primeiro fez parte da dupla Mantronix e lançou clássicos como "Simple Simon" e "Fresh Is the Word". O segundo é simplesmente o primeiro DJ da história.
92) YO MTV Raps foi um programa de HIP HOP da MTV americana e durou entre 1988 e 1995. A versão brasileira se chamava apenas YO! MTV e teve a sua estréia em 1990.
93) Jam Master Jay foi cérebro, mentor e DJ oficial do grupo Run DMC. Foi assassinado dentro de seu estúdio de gravação no dia 30 de outubro de 2002. Ele tinha 37 anos. 
94) The Boogie Boys, Mantronix e MC ADE são artistas consagrados do School Rap.
95) "Girl Talk" é uma música do trio The Boogie Boys. Foi lançada em 1985.
96) "Dance Transformers" é uma música do MC ADE em homenagem ao desenho animado Transformers. Foi lançada em 1987.


















97) "Planet Rock" é simplesmente o maior alicerce do movimento HIP HOP.
Lançada pelo grupo Afrika Bambaataa & the Soulsonic em 1982, essa música 
simplesmente misturava em apenas 6 minutos todos os estilos que se conectam direto ou indiretamente com o rap. Trance, tecno, break, dance, boate, electro, montagem, Freestyle... Cultuada até hoje com louvor, fúria e orgulho. Um triunfo em forma de canção. Um clássico dos clássicos. Rappers, DJs, dançarinos, donos de boate e músicos eletrônicos em geral. Todos devem sua vida ao "Planet Rock". 
98) O lendário Africa Bambaataa em pessoa. Considerado o músico mais importante da história do Rap. Também é conhecido como Deus do HIP HOP, Lenda do HIP HOP e Poderoso Chefão do HIP HOP. O artista costumava usar vários figurinos inusitados em suas apresentações. De imperador intergalático à faraó egípcio. Atualmente ele têm 61 anos.
99) Logomarca da Zulu Nation (ou Nação Zulu). Afrika Bambaataa criou a entidade na intenção de desviar garotos do crime pra fazer parte da cultura HIP HOP. Essa entidade ficou conhecida e cultuada em diversos cantos pelo mundo.
100) Soul Sonic Force era o nome oficial do grupo criado por Afrika Bambaataa e que serviu de influência para toda a árvore genealógica do HIP HOP.

sexta-feira, 4 de maio de 2018

Resenha Vingadores!!

GUERRA INFINITA É 7 A 1 PRO THANOS!!

Quase uma semana!  Esse foi o tempo que
tive que aguentar até ver Guerra Infinita
Meu Deus!  De 26 de abril até ontem 
(02/05) eu já tinha ouvido todos os SPOILERS
possíveis dos malditos colegas de trabalho... 
Mas calma! Spoiler nunca foi crime pra mim e
sim frescura (outra hora explico melhor). 
Então, vamos direto ao ponto. Tharãm! 
Passados 10 anos de linha do tempo
e cá entamos diante do MAIOR FILME DE
HERÓIS DE TODOS OS TEMPOS!!!
Sim, meus amigos! Os reinados de 
Watchmen e Cavaleiro das Trevas já eram.

Quem manda nesta porra agora é o Thanos, caralho!
Não Queriam um vilão extremamente foda? 
Não queriam CGI de responsa? Não queriam uma
invasão alienígena do caralho? Então toma! Toma crueldade, cautela, frieza, porrada
em cima de porrada em um filmaço de duas horas e meia que passam tãããão rápidos que, desesperadamente, você fica querendo mais, mais e mais... 
{Respira} O que é aquilo, meu Deus do Céu? 

A última vez que sai traumatizado da porra de um cinema foi em 1993 com Jurassic Park. Mas daí eu era um moleque de 14 anos que, naquela época, voltava da escola 11 e meia da noite pelas benditas ruas do Jardim das Oliveiras. 
Passei semanas achando que algum velociraptor sairia dos matos pra me devorar... 

Agora não! Beirando meus 40 anos, sai da sessão, entrei no banheiro, deixei o shopping e peguei o ônibus achando que -- caralho --- iria desmanchar que nem a metade do Universo dizimada pelo Thanos. Meus dedos suavam entre as mãos... Eu falava: "Caralho.. eles acertaram, eles se superaram, eles consertaram tudo... Thanos: O maior vilão de filmes de super heróis de todos os tempos!!!" A cópia perfeita de manipulação, carisma e brutalidade. Tão bruto que o Hulk passa o resto do filme com medo de se transformar só pra não levar outro sacode. KKK... Stark, Dr. Estranho, Homem-Aranha, Thor, Todos os Guardiões, Falcão, Visão, Feiticeira, Cap. América (que leva um senhor murro nas fuça)... não importa o tamanho da fila. Thanos sai quebrando todo mundo até os 47 minutos do pós crédito. Taí o grande diferencial dessa primeira parte. Primeiro o vilão arrebenta. Depois é que a revanche aparece... Tete a tete. É a lógica, é o básico, é o óbvio... 
E sim, o desgraçado consegue reunir todas as jóias do infinito, mesmo que pra isso ele também perca lacaios, puxa-sacos e os poucos entes queridos (hum!) no decorrer da empreitada. E é cada empreitada e susto que por diversas vezes você falará "Mas que filho da puta..." no decorrer da trama. Aliás, A única jóia que não aparece sendo pega por ele é a do Poder, aquela que estava sob a guarda da Tropa NOVA. 
Não! Thanos começa o filme dentro da nave do Thor já com ela enfiada na manopla . Bom, minha teoria é a de que essa cena venha a aparecer como flashback (ou não) dentro do filme da Capitã Marvel, já que a Capitã Marvel  será uma importante peça na segunda parte. Pois é. Ela não aparece em Guerra Infinita, assim como Homem-Formiga e Gavião Arqueiro. E nem o Surfista Prateado... Então, depois que Thanos se apresenta dignamente bem na nave do Thor, com direito a um nocaute no Hulk (e muitas outras surpresas), o gigante verde escapa (por um triz) e chega à Terra pra avisar os demais. Quanto a jóia da alma, tcharãm, todas as teorias da Internet estão furadas!!! Inclusive a minha que apontava pro Tony Stark... 
Não! A joia da Alma é um dos maiores ápices do filme e, por lei, ela faz parte de uma cena que só vendo pra crer. Detalhe: Lembram do Caveira Vermelha, aquele vilão do primeiro Cap. América que sumiu sem deixar explicações? Se em 10 anos de filmes da MCU ele era o furo de roteiro nº 1, agora não é mais. A partir daí, sobram a jóia da Realidade (com o Colecionador) e as jóias da Mente e Tempo (com Visão e Dr. Estranho). Falando em Dr. Estranho, só pra você ter uma ideia, o Mago Supremo avança no futuro pra descobrir quantas possibilidades existem pra vencer o Thanos. Em meio à mais de 14 milhões de tentativas, apenas UMA, eu falei uma, pode parar o cara. SÓ QUE... se o que realmente rolou no decorrer da história foi combinado ou não, é impossivelmente complicado de deduzir, pois acabam morrendo fulano, sicrano, beltrano, juliano, floriciano e Auleriano... Tudo consequência direta da goleada de 7 a 1 do Thanos. Detalhe: Uma linda goleada sem piedade, FIFA, CBF, ajuda do juiz, virada de mesa e "por favor, pega leve". 

Não! Não existe "pega leve" nessa primeira parte de Guerra Infinita. Apenas equipes desmanteladas, choques emocionais e muitas visões concretizadas... {respira}.
Guerra Infinita, resumidamente,é uma obra prima feita com glamour (onde já se viu dezenas de personagens em um mesmo filme tendo seus momentos e falas perfeitos?). Um filme pra ver mais de uma vez (já vou amanhã de novo - 05/05) e um prêmio em forma de orgulho para a MCU. O de melhor filme de heróis de todos os tempos. Ponto final.

Confesso! Eu vi apenas uma única falha em Guerra Infinita.  É que, assim que o Thanos estralou seus dedos, a lógica das lógicas seria acabar com metade da vida do universo, e SIM! Isso inclui as plantas e árvores, né?. Então quando a galera está sentindo os efeitos da vitória do Thanos nenhuma outra forma de vida morre também, como as plantas e as árvores africanas. Apenas o Groot que é uma planta e... e... OPS!

E agora? Agora só me resta esperar um ano (a segunda parte é em 2019) pra descobrir como o fio de esperança mostrado nos mesmos 47 minutos do segundo tempo (pós crédito) resolverá todas essas peleja. Ou não...

Haja ansiedade...