--- Prêmio Angelo Agostini ---

quinta-feira, 2 de novembro de 2017

Thor Ragnarok - Que porra é essa?


Sabe quando você está assistindo 
um filme na TV aberta (pode ser Globo,
Record ou SBT) e, de repente, ele é
cortado "do nada" só pra entrar os comerciais? Geralmente você indaga:
Que porra é essa? Pois é. 
Foram inúmeras vezes que repeti tal
frase enquanto assistia Thor Ragnarok.

Pra começar, sabe aquela cena pós-crédito em que o Dr. Estranho e o Thor trocam ideias? Ela faz parte do filme. É que depois de um começo extremamente foda, com direito ao martelo Mijolnir voando em primeiro plano (parece que colocaram uma câmera nele) e da luta de Thor com Surtur (com uma trilha de arrepiar!), o Deus do Trovão retorna a Asgard e desmascara o meio irmão Loki (ele fingia ser Odin desde o final de Thor - O Mundo Sombrio). OK.
Thor obriga Loki à procurá-lo e os dois vão à Nova York. OK. Dr. Estranho os encontra e passa as verdadeiras coordenadas: O "Pai de todos" está na Noruega! Ok? Nããão... Se Dr. Estranho é um Mago Supremo, que controla tempo e espaço, por que ele larga Thor e Loki ao relento com um pai prestes a morrer? 
Viciado em leitura e magia, Dr. Estranho deveria, no mínimo, saber que a cultura asgardiana passava por momentos críticos JÁ QUE...  a morte do "pai de todos" causaria a chegada de Hela junto com o Ragnarok (o fim do mundo asgardiano). Porra, Marvel! 
Pior: em nenhum outro momento no decorrer do filme Thor pensa em se comunicar novamente com o Dr. Estranho. Nem pra pedir ajuda, nem pra voltar pra casa. 
E falando em teletransporte, Heimdall o cara que comanda os portões de Asgard, passa o filme inteiro escondendo o povão da ira de Hela. Já que Thor está ausente em Sakar, o planeta do Hulk. Mas por que ao invés de se arriscar por ruas e castelos, tangendo gente, lutando com monstros, Heimdall simplesmente não arruma um meio de trazer o Thor de volta? O cara tá com a espada mágica, mas não pensa em se arriscar em ir até o portal pra resolver o problema. 
Detalhe: o trono de Asgard, como Hela mesmo disse, é todo feito de ouro por conta das conquistas que Odin teve em outras épocas. Enquanto isso, dá pra ver claramente que o povo de Asgard não passa de uma ruma de gente coberta de trapos. Famigerados favelados em um reino lindo e brilhante. 
Enquanto isso, Thor só sairá de Sakar se derrotar o grande campeão daquele planeta, até então um rosto desconhecido pros visitantes. O trailer não mostra, mas um dos torcedores do espetáculo é ninguém menos do que Loki. Bom, esqueça o trailer. Se em Batman vs Superman fizeram um emaranhado de cenas que não condiz com o filme, em Thor Ragnarok personagens e cenários mudam bizarramente. Voltando ao Loki, este por algum motivo não explicado está solto em Sakar, enquanto que Thor é prisioneiro.
Mas as reações do Loki ao dá de cara com o Hulk, além de traumáticas, são muito engraçadas. Hulk está há dois anos em Sakar mas nenhum flashback mostra ou explica como ele chegou, nem porque jamais desvirou de volta. Falando da luta, apesar de já ser uma das cenas mais clássicas da Marvel para o cinema, ela simplesmente acaba porque a tela fica preta e... que porra é essa? Os caras progridem digitalmente com o personagem, melhoram os contrastes, os tons de pele (poros, sujeiras, veias...), criam finalmente uma expressão facial nota 10, mas erram fazendo uma edição final de bosta. 
Pausa pra um momento conspiração do filme: De volta à forma de Bruce Banner, o brilhante cientista meio que desconfia que já conheceu Valquíria em outras épocas. Ela diz o mesmo. Lógico. Nos quadrinhos dos anos 1980 Hulk e Valquíria pertenciam a um grupo de heróis chamados Defensores. Este grupo também tinha Dr. Estranho, Namor, Surfista Prateado, entre outros, em sua formação.
OBS* Esses defensores nada tem haver com o grupinho da Netflix. Então se foi uma referência proposital aos quadrinhos dos anos 1980, aumenta mais ainda o erro grosseiro de que o Dr. Estranho, que fazia parte da equipe,  não ajudou Thor porque não quis. Apenas.

Pra piorar, em Asgard, Hela faz questão de dizer que a manopla do Infinito, que estava nos cofres de Odin, é FALSA!!! PQP! Só porque o Thanos apareceu com uma manopla no pós-crédito de Vingadores - A Era de Ultron, então todo um conceito que existia desde o primeiro filme do Thor caiu por terra? Pior, Asgard acaba realmente destruída sem ninguém dá conta de que o Cubo (Tesseract) estava no cofre do castelo? Eu até desconfio de que Loki pegou tudo antes de ele ressuscitar o Surtur a mando de Thor. Mas Thor sempre teve a plena consciência dessas joias. Ele até já fez viagens pelo universo pra saber a respeito delas - mostrado em Vingadores - A Era de Ultron.  Então por que, de repente, Thor abriu mão das jóias e do seu próprio reino
Aliás, Thor derrotou Surtur no começo do filme pra evitar o Ragnarok, mas o Ragnarok tava sendo feito por Hela? Daí Thor ressuscita Surtur pra derrotar Hela e fazer outro Ragnarok? Quem realmente era o encarregado de destruir Asgard? Hela, Surtur ou os dois? Surtur mata Hela que já tava fazendo o Ragnarok pra fazer o mesmo Ragnarok sozinho? Melhor ainda: Hela foi morta ou não? Não dá pra ter certeza por causa de mais cortes na porra da edição. PQP. 

E a luta entre Hulk e Surtur que nem sequer existiu? E por que o Hulk não dá mais nenhum pio até o final do filme??? Bom, a única coisa boa nos últimos 20 minutos, acreditem, é a primeira cena pós-crédito (esqueça a segunda). Essa sim, força mais ainda a teoria de que Loki pegou as jóias do cofre. Massssssssss...
Sinceramente, enquanto uns falam que Thor Ragnarok é cômico demais e outros se preocupam com o colorido do filme, eu digo que, apesar de ele ter várias coisinhas memoráveis, o resultado final é  I-N-F-E-L-I-Z-M-E-N-T-E péssimo e podre. 

Péssimo por conta dos furos no roteiro e podre por causa de uma edição final bosta!
Isso para os padrões Marvel de qualidade, sinto muito, meus amigos, mas não existe conspiração, humor e Led Zeppelin que salvem.




2 comentários:

  1. Otima resenha, tb achei o filme bem bosta, igual o Hulk kkk

    ResponderExcluir
  2. Boa resenha, mas eu acho que foi um filme interessante. Eu gosto dos personagens de Marvel nos filmes. Pessoalmente neste filme de Thor eu gostei de Heimdall. A verdade Idris Elba é um dos meus atores preferidos, acho que ele é completamente talentoso. Por certo, também vi sua atuação no trailer Torre Negra e houve mais de uma cena que me surpreendeu. Seu desempenho realmente transmite emoções para o espectador. Parece um bom filme. Espero que seja umas das melhores adaptações para ver, a historia é interessante e parece levar um bom ritmo.

    ResponderExcluir