--- Prêmio Angelo Agostini ---

sábado, 30 de dezembro de 2017

MELHORES DE 2017 segundo o Guabiras!

Enquanto 2017 dá os seus últimos suspiros, posto aqui uma lista de tudo aquilo que me agradou/surpreendeu no decorrer do ano. Confiram:


Melhor filme: Mulher Maravilha
2017 não teve pra ninguém. MM desbanca Logan, Homem Aranha, Thor e Guardiões da Galáxia simplesmente porque é 100% coerente, belo e bem planejado, enquanto que os outros tiveram seus vacilos aqui e acolá. Sabe qual a diferença entre Mulher Maravilha e A Liga da Justiça? A Liga é um dos maiores lixos produzidos pela DC e a MM nem parece que foi produzido por ela. Ponto final.

Melhor série: Justiceiro - NETFLIX.
A Marvel está perdoada pelas cagadas que fez com Luke Cage, Punho de Ferro e Os Defensores ao criar uma maravilhosa novela gráfica com o seu - tcharãm - mais revoltado e casca grossa personagem. 
F-O-D-Á-S-T-I-C-O!


Melhor Quadrinho - Edição única: SuperCrooks
Dessa vez o fantástico Mark Millar reúne uma equipe de humanos poderosos no melhor estilo X-Men pra fazer uma HQ no melhor estilo 11 homens e um segredo.
Apesar de uns e outros terem poderes manjados vide Marvel ou DC, sempre é muito bom sair do óbvio e ler novos personagens em outros universos.
SuperCrooks é isso. Roteiro surpreendente, traço surpreendente e final surpreendente. 
E eu já comecei a ler pela quarta vez.

Melhor Quadrinho - Duas edições: 
O Despertar parte 1 e 2
Dificilmente a linha Vertigo lança algo que não preste.
Quando folheei essa maravilha na casa do Cartunista Brum (era mês de abril e eu estava hospedado em Natal (RN) para o evento CCXP - Tour) só tive mais certeza em relação a isso, além de ficar doido. Muito doido pra adquirir essa beleza em minha coleção. Que traço lindo da porra é esse do Sean Murphy? PQP. E que roteiro espetacular.  
A primeira parte mostra como uma civilização extraterrestre se adaptou aos oceanos da Terra - até o ponto em que ela própria inunda o planeta como forma de domínio. A segunda parte se passa 200 anos depois da inundação. Outros personagens e outros ritmos, porém, com muitas conspirações que unem, obrigatoriamente, as duas edições. Imperdível!!


Melhor série em quadrinhos: Cavaleiro das Trevas 3 - A Raça Superior 
Frank Miller enterra pra valer os seus demônios nessa sequência espetacular. Abrir a cidade engarrafada de Kandor pra libertar o povo sem saber quais consequências poderiam ocorrer? Meu amigo, mais original, impossível!
Pra começar nem é ele que desenha e sim Andy Kubert, o dono de um dos traços de heróis mais fodas da atualidade.

Essa nova revista do Velho Logan que tá saindo nas bancas até que é boazinha, porém, juntar novamente Batman, Superman e Mulher Maravilha com um roteiro arrasador (tiro, porrada e bomba - além de muitooo sangue) foi primordial demais. 





Melhor aquisição da Feira Livre de Quadrinhos: CÃO
Eu já conhecia o trabalho do Breno Ferreira através da série de tiras Cabuloso Suco Gástrico. Porém, é nessa beleza de livro, com histórias maiores e um traço muito mais fudido, que vi o quanto esse cara é fenomenal. 

Cão conta, em vários pequenos contos, a saga do pistoleiro Dioguinho, que virou lenda ao aterrorizar o sertão paulistano nos meados do século XIX.
Eis um livro sagaz, sujo e rápido. 
Exatamente o tipo de quadrinho que gosto!!! 
Porque assim que você termina de ler, já fica com vontade de desenhar. 





Melhor Reedição em quadrinhos: Blacksad 
A saga do gato detetive está de volta pela SESI-SP Editora. O personagem já havia sido lançado no Brasil pela Panini. Um mundo onde os animais fazem papel de gente pela belíssimas artes de Juanjo Guarnido. Histórias tensas e sombrias, personagens fenomenais...
Apenas duas edições foram publicadas anteriormente de um total de 5, 6 ou 7? Bom, o que importa atualmente é que Blacksad voltou! E eu só torço pra que dessa vez toda a coleção seja lançada.






Melhor  quadrinho "Nossa! Isso ficou muito bom e merece mais": Odor Vazio
Ruis Vargas é bastante conhecido pela sua série de tiras Diário da Corte - que rendeu até um livro bacaninha. Mas esse Odor Vazio é primordial. 
Através de um traço grotesco de espetacular, Odor narra um empresário escroto e arrogante que por ironia do destino vai do Céu ao Inferno no decorrer da história. Destalhe: muitas páginas são sem texto, enquanto que o básico de narrativa já é suficiente pra entender toda a desgraça e a glória no melhor estilo "Opa, quero mais".







Melhor quadrinho "rápido e rasteiro": ARGOS - Um fim do mundo muito louco
Raphael Salimena é um dos maiores desenhistas do Brasil na atualidade. Tô falando de desenho mesmo - precisão e mão firme - onde qualquer coisa sai bonitinha e sem uma única falha. Porra. E Argos é tudo isso e muito mais. Uma novelinha gráfica com cenários fantásticos, personagens pra lá de fofinhos (no sentido "que facilidade de desenhar do caralho é essa?") e colorido maravilhoso. É começar em um minuto, terminar no outro e ainda dizer:
"Isso é legalllllllll demais". 
Graças ao roteiro gracioso e os diálogos contagiantes. Culpa do selo de garantia Contra Versão - um filhote mais hardcore da Editora Draco.




Melhor quadrinho 100% cearense: Pereba de Gato
Jon Lima é um guerreiro. Mesmo sabendo que o mercado dos quadrinhos anda cheio de frescuras filosóficas, ele decidiu apostar no seu taco e lançar uma revistinha despojada e bagaceira. 
Tem quadrinhos, cartum e sacadas. Algumas nem tão boas e outras fenomenais, confesso, mas a minha maior emoção ficou por conta da atitude do Jon. Ele acreditou, ele fez, ele cutucou a ferida. Cutucou tanto que a Pereba de Gato foi citada até no canal do Caio Oliveira. É isso aí.
Parabéns, Jon!
Modéstia à parte, se apenas o Guabiras vinha produzindo e lançando coisas desse tipo no Ceará, agora temos você (digo com orgulho) no embalo. E que outras Pereba de Gato apareçam adiante com mais produções e mais surpresas. \O/


Melhor quadrinho "recuperado novamente" - Aragonés Massacra Marvel e Aragonés destrói a DC
Aragonés é o cartunista mais tombado da revista MAD. Pra mim, um dos maiores produtores de cartum de todos os tempos. Limpo, rápido e rasteiro. Imagine agora o cara pegando os maiores heróis das duas maiores editoras e sacaneando ao gosto dele? Essas obra primas são do século passado (1998) e eu tinha em minha modesta coleção. Mas um dia, uma legião de cupins alienígenas sanguinários dos infernos devorou metade de cada uma. Imagine o desespero. Imagine o pavor. Imagine recuperar novamente uma coisa que já saiu clássica e que nem o mais obscuro buraco nerd era capaz de ter?  UFA. Mas enfim... graças ao grande Alex Rios (vendedor e amigo da Feira Livre de Quadrinhos) esses belezinha voltaram pra minha casa. E estão guardadas a sete chaves dessa vez, lógico.


Melhor homenagem em quadrinhos - Marcatti 40
A Ugra confirma que é realmente a maior front dos quadrinhos independentes do Brasil ao criar, organizar, e lançar um belo livro em homenagem ao Marcatti - famoso quadrinista criador das capas do Ratos de Porão. 

Entrei nos 47 minutos do segundo tempo e, ao lado de artistas como Bira Dantas, André Diniz, Orlandeli, Chico Félix, Thiago Ossostortos, além de criar a minha versão do personagem Fráuzio visitando Fortaleza e comendo buchada, coloquei vários easter eggs sobre a vida e a obra do Marcatti espalhados pela HQ. Mais homenagem do que isso, impossível.
Pra ver esse material clique AQUI





Melhor quadrinho infanto-juvenil: Turma da Mônica - Clássicos do Cinema 
Enquanto as MSPs acham que estão abafando, essa outra linha de produtos 
da Maurício de Souza LTDA vem me encantando de verdade ao misturar cinema, paródia e cultura pop. Na versão encadernada e de capa dura, o primeiro volume traz a trilogia do Jurassic Park. Já o segundo, além de HQs com Avatar e Piratas do Caribe, uma belíssima homenagem a todo o universo da PIXAR
Que negócio lindo, belo e foda. Muito foda.









Melhor "FILHA DA PUTAGEM" do ano: 
Um "suposto" documentário sobre os quadrinhos cearenses. 
A princípio a meta era: pegar todo mundo que produza quadrinhos na capital cearense e documentar em vídeo. Na prática: Uma tremenda sacanagem por parte de quem editou e fechou o material. Entrevistas picotadas, nomes de artistas inexistentes e nomes de coletivos idem. Não vi e nem quero ver essa bosta, mas vários artistas que participaram e tiveram o azar de assistir no dia do lançamento relataram que ele foi totalmente editado apenas pra favorecer uns e foder outros. Aliás, muita gente também ficou de fora por pura
covardia. Tipo, "Não vamos com sua cara e não queremos que você cresça no mercado - então foda-se". PQP! 
Parabéns a todos os escrotos envolvidos na produção. Há mil anos o mercado dos quadrinhos no Ceará poderia ser único, unido e humilde, mas por conta de fuleiragens como vocês, a verdadeira produção, o verdadeiro esforço e a verdade história tomam no cú. 

Melhor Meme:


Melhor Print:





















Melhor charge: Laerte - Folha de S. Paulo












Melhor quadrinho de WEB: Luiz Gê - Folha de S. Paulo


















Melhor tira: André Dahmer - Malvados


Melhor cartum: Allan Sieber - o monstro!!!

Um comentário:

  1. Eu amei sua lista, acho que muitos não se concentram em histórias em quadrinhos ou histórias. Do filme eu concordo com você. Mulher Maravilha, gostei muito dos locais e da história. Gal Gadot esta impecável. Adoro porque sua atuação não é forçada em absoluto. Na minha opinião, este foi um dos mehores mulher maravilha movie que foi lançado. O ritmo é bom e consegue nos prender desde o princípio O filme superou as minhas expectativas, o ritmo da historia nos captura a todo o momento. Além, acho que a sua participação neste filme da DC Comics realmente ajudou ao desenvolvimento da história. Eu sem dúvida verei novamente.

    ResponderExcluir